Edital
,

Concurso IBGE 2016

Comente
Concurso IBGE 2016

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) abriu edital para concurso pública, que visa preencher 140 (cento e quarenta) vagas efetivas, para os cargos de Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas A I, da carreira de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas; e de Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas A I, da carreira de Produção e Análise de Informações Geográficas e Estatísticas.

No setor de engenharia, as oportunidades são para engenheiro agronômico, civil, cartográfico e florestal, com remuneração inicial garantida de R$ 4.352,49. Os aprovados serão bonificados, ainda, de acordo com a sua titulação (Especialização – R$ 392,92, Mestrado – R$ R$ 785,84 e Doutorado – R$ 1.734,39), além de auxílio-alimentação, no valor de R$ 373,00 (trezentos e setenta e três reais).

As inscrições podem ser realizadas entre os dias 04 de janeiro e 28 de janeiro de 2016, através do endereço eletrônico www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibge, mediante o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 69,00.

O certame constará de provas objetiva (composta por 70 questões de múltipla escolha, numeradas sequencialmente, com 05 alternativas e apenas uma resposta correta) e discursiva, que serão realizadas no dia 10 de abril de 2016, das 13h às 18h, segundo o horário oficial da cidade de Brasília-DF.

Os resultados serão divulgados na internet, no endereço eletrônico: www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/ibge. Os aprovados terão uma carga horária de 40 horas semanais.

 

 

ENGENHARIA AGRONÔMICA: Produção vegetal – Lavouras permanentes e temporárias. Cultivo de cereais, leguminosas, oleaginosas, olerícolas e frutíferas: Exigências edafo-climáticas e nutricionais, produtividade agrícola, calendário agrícola, zoneamento agrícola; pragas e doenças agrícolas. Colheita, armazenamento e comercialização da produção agrícola: Características gerais, tipos de armazéns. Perdas agrícolas. Agricultura orgânica: Caracterização e certificação. Solos brasileiros: Fertilidade, aptidão e manejo. Noções de geoprocessamento na agricultura. Noções de forragicultura e pastagens; silvicultura básica. Práticas agrícolas – métodos de preparo do solo, técnicas de adubação, métodos de controle de erosão e conservação de solos, métodos de controle de pragas e de doenças agrícolas, métodos de irrigação, métodos de drenagem. Plantio direto. Rotação de culturas. Integração lavoura-pecuária. Sistemas agroflorestais: Conceitos. Máquinas e implementos agrícolas. Agricultura familiar. Conceituação e legislação. Crédito rural: PRONAF e outros programas. Produção animal – Bovinocultura de Corte e de leite: Manejo, taxa de lotação, produtividade de leite, principais raças, características gerais. Noções de suinocultura, avicultura de corte e de postura, e de aquicultura. Produção integrada à indústria: Principais características. Noções sobre o sistema de inspeção de produtos de origem animal: SIF, SIE e SIM. Práticas de manejo animal – Rotação de pastagens. Confinamento. Suplementação alimentar. Vacinação contra febre aftosa.

ENGENHARIA CIVIL: Projetos de obras civis: arquitetônicos, estruturais (concreto, aço e madeira), fundações, instalações elétricas e hidro-sanitárias – elaboração de termos de referência e projetos básicos. Especificação de materiais e serviços – caderno de encargos. Planejamento e programação de obras: orçamento e composição de custos unitários, parciais e totais, BDI e encargos sociais – levantamento de quantidades; planejamento e cronograma físico-financeiro – PERT-COM e histograma de mão-de-obra. Operação e controle de obra, procedimentos gerenciais e acompanhamento de obras. Construção: organização do canteiro de obras – execução de fundações (sapatas, estacas e tubulões); alvenaria, estruturas e concreto, aço e madeira, coberturas e impermeabilização, esquadrias, pisos e revestimentos, pinturas, instalações (água, esgoto, e eletricidade). Instalações prediais. Alvenarias e revestimentos. Esquadrias. Coberturas. Pisos.  Impermeabilização.  Segurança e higiene do trabalho.  Ensaios de recebimento da obra. Materiais de construção civil. Fiscalização: acompanhamento da aplicação de recursos (medições, emissão de fatura etc.), controle de materiais (cimento, agregados aditivos, concreto usinado, aço, madeira, materiais cerâmicos, vidro etc.), controle de execução de obras e serviços, traços e consumo de materiais.Noções de irrigação, pavimentação de vias, terraplenagem e drenagem, de hidráulica, de hidrologia e solos. Legislação e engenharia legal. Lei n° 8.666/93 e alterações – Licitações e contratos: legislação específica para obras de engenharia civil. Vistoria e elaboração de pareceres. Princípios de planejamento e de orçamento público. Elaboração de orçamentos. Noções de segurança do trabalho, principais NBRs. Informática aplicada à engenharia (Excel, Word, AutoCAD).

ENGENHARIA CARTOGRÁFICA: Definição e realização de Sistemas Geodésicos de Referência; Conceituação clássica e contemporânea de Datum Horizontal e Vertical; Estruturas geodésicas ativas e passivas de referência planialtimétrica, altimétrica e gravimétrica. Aspectos Geométricos das Superfícies de Referência; Conversão/conexão de Sistemas Geodésicos de Referência. Gravidade e Geopotencial no contexto da Geodésia; Relação entre aspectos geométricos e físicos da Geodésia: Modelos Geoidais; Altitude e Geopotencial. Fundamentos do posicionamento geodésico e da navegação; Métodos estáticos e cinemáticos de posicionamento GNSS. Ajustamento de observações geodésicas. Sistemas de projeção cartográfica: conceitos, sistema de Projeção UTM, Projeção Cônica Conforme de Lambert. Generalização Cartográfica: métodos de seleção e simplificação, compilação cartográfica. Sensoriamento Remoto: Planejamento e execução de um voo fotogramétrico, restituição fotogramétrica e aerotriangulação; Sistemas sensores; Tratamento digital de imagens de satélites. Ortorretificação, mosaicagem fusão e realce; Extração e edição de Modelos digitais de superfície. Atividades de campo: Levantamento de pontos de apoio para georreferenciamento, ortorretificação e teste de qualidade de documentos cartográficos. Coleta de nomes geográficos (Reambulação). Cartografia Temática: Métodos de representações Qualitativas, Quantitativas, Ordenadas e Dinâmicas; e Estrutura de dados espaciais: Modelo de dados matriciais e vetoriais. Modelos de Representação Espacial.

ENGENHARIA FLORESTAL: Levantamento fitogeográfico, fitoecológico e florístico; Mapeamento da cobertura vegetal original e dos antropismos; Inventário florestal; Noções básicas de cartografia; Sensoriamento Remoto: princípios físicos, sistemas sensores, comportamento espectral de alvos, métodos de extração de informações de imagens, segmentação, classificação digital aplicada à área florestal. Geoprocessamento. Conhecimentos de manejo florestal. Conhecimento dos usos sustentáveis de recursos florestais. Noções de gestão ambiental. Noções de hidrologia geral e Noções de hidrologia aplicada ao manejo integrado de bacias hidrográficas.

 

ESTUDE NO TESLA:

Visite nossa rede social e fique por dentro das principais notícias sobre Engenharia, além de acompanhar dicas sobre provas e informações sobre abertura de concursos públicos: https://www.facebook.com/TeslaConcursos

No nosso canal do Youtube, acompanhe aulas sobre diversos assuntos teóricos, confira também resolução de questões com o intuito de exemplificação das principais provas e discussões de Professores Mestres e Doutores Engenheiros quanto às diferenças das principais bancas de avaliação: https://www.youtube.com/user/teslaconcursos

Se prepare e saia na frente.

Estude conosco!

[fbcomments]