Edital
,

Concurso Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

2 Comentários

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) abriu edital público, que visa o preenchimento de 556 vagas em cargos de nível superior. Das oportunidades, 54 são para engenheiros, 16 para geólogos e 16 para arquitetos, com remuneração inicial garantida de R$ 5.596,31, além de auxílio-alimentação, no valor de R$ 373,00.

As inscrições serão realizadas no site do organizador do certame, o Cespe/UnB (Cebraspe), a partir das 10 horas do dia 16 de junho até o dia 06 de julho de 2015, mediante o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 100,00.

A seleção constará de provas objetiva e discursiva para todos os cargos, além de avaliação de títulos para Analista em Tecnologia da Informação. Os candidatos resolverão 120 questões de Conhecimentos Básicos e Específicos, com a duração de 04 horas e 30 minutos.

As avaliações serão aplicadas na data provável de 16 de agosto de 2015, no turno da manhã. Para serem aprovados, os participantes deverão obter nota superior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos; 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos e 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.  As provas serão aplicadas nas 26 capitais da Federação, além do Distrito Federal.

Conteúdo programático:

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 7 Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República). 7.1 Aspectos gerais da redação oficial. 7.2 Finalidade dos expedientes oficiais. 7.3 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.4 Adequação do formato do texto ao gênero.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 3 Lógica sentencial (ou proposicional). 3.1 Proposições simples e compostas. 3.2 Tabelas-verdade. 3.3 Equivalências. 3.4 Leis de De Morgan. 3.5 Diagramas lógicos. 4 Lógica de primeira ordem. 5 Princípios de contagem e probabilidade. 6 Operações com conjuntos. 7 Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais.

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 1 Sistema político brasileiro. 2 Estado, Governo e Administração Pública: conceitos, elementos, poderes e organização; natureza, fins e princípios. 3 História da Administração Pública do Brasil e Reformas Administrativas no Brasil. 4 Organização Administrativa da União: administração direta e indireta. 5 Ética e função pública. 6 Ética no Setor Público. 6.1 Decreto nº 1.171/1994 (Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal). 6.2 Lei 8.112/1990 e alterações: regime disciplinar (deveres e proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades). 6.3 Lei 8.429/1992: disposições gerais, atos de improbidade administrativa. ATUALIDADES: 1 Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia.

NOÇÕES DE LÍNGUA INGLESA (SOMENTE PARA O CARGO DE ANALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO): 1 Compreensão de textos escritos em língua inglesa e itens gramaticais relevantes para o entendimento dos sentidos dos textos.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA (EXCETO PARA O CARGO DE ANALISTA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO): 1 Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows). 2 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office e BrOffice). 3 Redes de computadores. 3.1 Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. 3.2 Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome). 3.3 Programas de correio eletrônico (Outlook Express e Mozilla Thunderbird). 3.4 Sítios de busca e pesquisa na Internet. 3.5 Grupos de discussão. 3.6 Redes sociais. 3.7 Computação na nuvem (cloud computing). 4 Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 5 Segurança da informação. 5.1 Procedimentos de segurança. 5.2 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 5.3 Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc.). 5.4 Procedimentos de backup. 5.5 Armazenamento de dados na nuvem (cloud storage).

CARGO 7: ARQUITETO – I PROGRAMAÇÃO, CONTROLE E ACOMPANHAMENTO DE OBRAS: 1 Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico-financeiro. 2 Acompanhamento e aplicação de recursos (vistorias, emissão de faturas, controle de materiais). 3 Critérios de Medição de Obras. 4 BDI e encargos sociais incidentes em orçamentos de obras. 5 Sistema de gestão da qualidade – PBQP-H. 6 Produtividade na construção civil. 7 Orçamento e cronograma de obras públicas. II LICITAÇÃO DE OBRAS PÚBLICAS: 1 Projeto básico e projeto executivo. 2 Orçamento de referência para licitação. 3 Contratos e aditivos. 4 Princípios de planejamento e de orçamento público. III EDIFICAÇÕES: 1 Arquitetura de edificações públicas para uso administrativo. 2 Dimensionamento de ambientes e programa funcional da edificação. 3 Critérios e parâmetros de desempenho (NBR 15.575). IV PROJETOS COMPLEMENTARES EM EDIFICAÇÕES: 1 Noções de fundações, estrutura, instalações elétricas, instalações hidrossanitárias e prevenção contra incêndio. 2 Especificação técnica de serviços e de materiais. 3 Métodos e técnicas de desenho e projeto. 4 Controle ambiental das edificações (térmico, acústico e luminoso). 5 Compatibilização de projetos. V REFORMA E REVITALIZAÇÃO: 1 Vistoria de obras. 2 Projeto, orçamento e cronograma de reformas. 3 Patrimônio histórico. VI ACESSIBILIDADE: 1 Soluções arquitetônicas para acessibilidade de edifícios de uso público e coletivo. 2 Conceito de desenho universal. 3 Marco regulatório e noções da NBR 9050. VII PAISAGISMO E MEIO AMBIENTE: 1 Projeto paisagístico. 2 Licenças ambientais. 3 Áreas de proteção permanente e de proteção ambiental. 4 Resolução CONAMA 237/1997 e alterações. VIII PERÍCIAS: 1 Vistoria de obras e de edifícios. 2 Vícios e patologias de construção. IX ANÁLISE DE VIABILIDADE E GESTÃO DE PROJETOS: 1 Conceito de projeto, programa e processo. 2 Gerenciamento de escopo, tempo, custos e recursos humanos alocados em projetos. 3 Métricas de desempenho do projeto. 4 Noções de análise de risco. 5 Mitigação de riscos.

CARGO 9: ENGENHEIRO – ÁREA 1 I PROGRAMAÇÃO, CONTROLE E ACOMPANHAMENTO DE OBRAS: 1 Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico-financeiro. 2 Acompanhamento e aplicação de recursos (vistorias, emissão de faturas, controle de materiais). 3 Critérios de medição de obras. 4 BDI e encargos sociais incidentes em orçamentos de obras. 5 Sistema de gestão da qualidade – PBQP-H. 6 Produtividade na construção civil. 7 Orçamento e cronograma de obras públicas. II LICITAÇÃO DE OBRAS PÚBLICAS: 1 Projeto básico e projeto executivo. 2 Orçamento de referência para licitação. 3 Contratos e aditivos. 4 Princípios de planejamento e de orçamento público. III EDIFICAÇÕES: 1 Noções gerais de engenharia de edificações públicas para uso administrativo 2 Sondagem e fundações. 3 Estrutura. 4 Instalações elétricas. 5 Instalações hidrossanitárias. 6 Prevenção de incêndios. 7 Controle ambiental das edificações (térmico, acústico e luminoso). 8 Memorial descritivo e especificações técnicas de materiais e serviços. 9 Noções de acessibilidade. 10 Construção industrializada. 11 Critérios e parâmetros de desempenho 40 (NBR 15.575). 12 Noções de patrimônio histórico. 13 Sistemas construtivos não tradicionais para edificações comerciais: pré-moldados em concreto, steel-framing, modular em aço. IV PERÍCIAS: 1 Vistoria de obras e de edifícios. 2 Vícios e patologias de construção. 3 Recuperação de estruturas e de edificações. 4 Responsabilidade técnica. V MEIO AMBIENTE: 1 Resolução CONAMA 237/1997 e alterações. VI PAVIMENTAÇÃO E TERRAPLENAGEM: 1 Geometria de vias urbanas e estradas. 2 Especificação e dimensionamento de pavimentos. 3 Vistoria, recuperação e conservação de pavimentos. 4 Corte e aterro VII GESTÃO DE MANUTENÇÃO PREDIAL: 1 Tipos de manutenção (preditiva, preventiva, corretiva). 2 Engenharia de manutenção. 3 Indicadores de performance de manutenção. 4 Manutenção e gestão de ativos patrimoniais. VIII ANÁLISE DE VIABILIDADE E GESTÃO DE PROJETOS: 1 Conceito de projeto, programa e processo. 2 Gerenciamento de escopo, tempo, custos e recursos humanos alocados em projetos. 3 Métricas de desempenho do projeto. 4 Noções de análise de risco. 5 Mitigação de riscos.

CARGO 10 – ENGENHEIRO – ÁREA 2 I PROGRAMAÇÃO, CONTROLE E ACOMPANHAMENTO DE OBRAS: 1 Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico-financeiro. 2 Acompanhamento e aplicação de recursos (vistorias, emissão de faturas, controle de materiais). II GESTÃO DE MANUTENÇÃO PREDIAL: 1 Tipos de manutenção (preditiva, preventiva, corretiva). 2 Engenharia de manutenção. 3 Indicadores de performance de manutenção. 4 Manutenção e gestão de ativos patrimoniais. III PROJETO DE ENGENHARIA: 1 Especificação de materiais. 2 Métodos e técnicas de desenho e projeto. 3 Estudos de viabilidade técnica-financeira. 4 Controle ambiental das edificações (térmico, acústico e luminoso). IV AR CONDICIONADO: 1 Definição, generalidades, condicionamento de ar para conforto e ambientes de TIC. V CICLO DE REFRIGERAÇÃO: 1 Descrição do ciclo de refrigeração, evaporador, compressores (sucção, descarga e COP), condensador (processos de resfriamento por água ou ar), válvula de expansão, bomba de calor, fontes de calor, ciclo de resfriamento. VI ESTIMATIVA DA CARGA TÉRMICA: 1 Fatores determinantes (orientação, tamanho e formas do edifício), materiais de construção, áreas envidraçadas, infiltração, pessoas, iluminação, ventilação, equipamento, condições externas e internas de projeto. VII REDE DE DUTOS E SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE AR: 1 Procedimentos para o cálculo de um sistema de dutos, seleção do sistema de dutos, dimensionamento de dutos, instrumentos de medição da velocidade do ar anemômetro, medida da pressão. 2 Tipos de grelhas, localização das bocas de insuflação e retorno, difusores, dampers, sistemas com Volume de Ar Variável (VAV), regulagem da vazão, regulagem de pressão, venezianas indevassáveis, níveis de ruído, limpeza de dutos. VIII FILTROS: 1 Generalidades, materiais para filtros, exigências de segurança em filtros. IX QUALIDADE DO AR INTERIOR (IAQ): 1 Contaminação interior, contaminação exterior, contaminação no sistema, filtragem IAQ, necessidade do ar exterior, sistema de filtragem, unidades de tratamento de ar, critérios estabelecidos, parâmetros e cálculos. X EQUIPAMENTOS DE AR CONDICIONADO: 1 Sistemas de expansão direta (ACJ, Split e Self-Contained), sistemas de expansão indireta (Chiller), sistemas com fluxo de refrigerante variável (VRF), características de compressores (herméticos, semi-herméticos, abertos, alternativos, Scroll, parafuso e centrífugos), fluidos refrigerantes (características do principais fluidos refrigerantes, protocolo de Montreal, protocolo de Kyoto, destruição da camada de ozônio, efeito estufa), sistema de comutação manual, sistema automático com controle de temperatura, disposição das tubulações (circuitos primários e secundários), unidades resfriadoras de ambiente por água fria e unidades de ventilação. XI SISTEMAS DE ARREFECIMENTO DA ÁGUA: 1 Condensação por ar, condensação por água, torres de resfriamento, tratamento de água. XII SISTEMAS DE CONTROLE: 1 Controles elétricos, termostatos, pressostatos, controles do compressor, controles de pressão, umidistatos, controles eletrônicos, estratégias de controle em sistemas de ar condicionado, lógica de controle. XIII INSTRUMENTOS DE VERIFICAÇÃO E CONTROLE E LEGISLAÇÃO ESPECÍFICA: 1 Portaria nº 3.523/1998-MS, Resolução nº 09/2003 ANVISA e NBR 16.401 – Instalações de ar condicionado – Sistemas centrais e unitários (Partes 1, 2 e 3). XIV ELEVADORES E PLATAFORMAS ELEVATÓRIAS: 1 NBR NM 207 (elevadores elétricos de passageiros) requisitos de segurança para construção e instalação. 2 NBR 5666 (elevadores elétricos). 3 NBR 5665 (cálculo de tráfego nos elevadores). 4 NBR 10098 (elevadores elétricos) 41 dimensões e condições do projeto e construção. 5 NBR NM 313 (elevadores de passageiros) requisitos de segurança para construção e instalação – requisitos particulares para a acessibilidade de pessoas, incluindo pessoas com deficiência. 6 Máquinas de tração (com engrenagem e sem engrenagem – situações de aplicação). 7 Polias. 8 Cabos de aço. 9 Alimentação elétrica – CA e CC (uso de frequência variável e conversão estática). 10 Elevadores hidráulicos. 11 Elevadores sem casa de máquinas. 12 Renivelamento automático. 13 Tempo limite de fechamento de portas. 14 Detecção de movimento. 15 Operações de emergência. 16 Detecção de excesso de carga. 17 Infraestrutura de obras civis – poços – caixas de corridas – casas de máquinas. 18 Posicionamento nos halls de entrada dos edifícios. XV ELÉTRICA: 1 Rede de alimentação elétrica. 2 Padrão de entrada. 3 Fator de potência. 4 Balanceamento de tensão. 5 Balanceamento de corrente. 6 Grupos motores-geradores à diesel e CTA’s (Chave de Transferência Automática). 7 Sistemas de co-geração de energia.

CARGO 11 – ENGENHEIRO – ÁREA 3 I PROGRAMAÇÃO, CONTROLE E ACOMPANHAMENTO DE OBRAS: 1 Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico-financeiro. 2 Acompanhamento e aplicação de recursos (vistorias, emissão de faturas, controle de materiais). II PLANEJAMENTO URBANO: 1 Sustentabilidade urbana (Agenda Habitat e Agenda 21). 2 Princípios de planejamento e de orçamento público. III GESTÃO DE MANUTENÇÃO PREDIAL: 1 Tipos de manutenção (preditiva, preventiva, corretiva). 2 Engenharia de manutenção. 3 Indicadores de performance de manutenção. 4 Manutenção e gestão de ativos patrimoniais. IV PROJETO DE ENGENHARIA: 1 Instalações elétricas, sistema de proteção contra descargas atmosféricas, telefonia, cabeamento estruturado, subestações, ar condicionado, ventilação-exaustão e elevadores. 2 Especificação de materiais. 3 Métodos e técnicas de desenho e projeto. 4 Estudos de viabilidade técnicafinanceira. 5 Controle ambiental das edificações (térmico, acústico e luminoso). V OUTROS CONHECIMENTOS: 1 Subestações prediais NBR ISO 5419/2001 e NBR ISO 5410/2005. 2 Luminotécnica. 3 Quadros elétricos e dispositivos de proteção e manobra. 4 Aterramento e SPDA. 5 Transformadores elétricos. 6 Motores elétricos. 7 Inversores de frequência. 8 Grupos-moto-geradores à diesel e CTA’s (Chaves de Transferência Automática). 9 Equipamentos estabilizadores e nobreak. 10 Sistemas de co-geração de energia. 11 Princípios de racionalização de energia e eco-eficiência. 12 Distorção harmônica (efeitos, consequências, e soluções). 13 Sistemas de tarifação de energia elétrica e Resoluções ANEEL de comercialização de energia. 14 Cabeamento estruturado padrão NBR 14.565 e EIA/TIA 568, 569 e 606 (aspectos físicos, mensuração de desempenho e categorias existentes). 15 Manutenção de instalações prediais: princípios, tipos e gestão. 16 Eletrificação rural. 17 Cabos elétricos – Cálculo da Corrente Nominal – Condições de Operação – Otimização Econômica das Seções dos Cabos de Potência NBR 15.920/2011. 18 Conjuntos de Manobra e Controle de Baixa Tensão – Parte 1: conjuntos com ensaio de tipo totalmente testados (TTA) e conjuntos com ensaio de tipo parcialmente testados (PTTA) NBR IEC 60.439-1.

[fbcomments]