, ,

O ABC DO DIA “D”

Comente

Você estuda, com afinco, durante vários meses para um concurso, que poderá ser a chave do seu sucesso. Mas, às vésperas da prova, o nervosismo surge, e, para tentar combatê-lo, você decide revisar tudo que já leu e estudar 15 horas por dia, certo? Errado!

Especialistas indicam que o ideal, nos momentos que antecedem ao da prova, é procurar por distração. Isso porque é improvável que você irá conseguir aprender o conteúdo ainda não fixado, poucas horas antes do exame.

O que você pode fazer, para ter uma maior confiança, é repassar os tópicos que julgar fundamentais, como uma espécie de revisão para a prova. Isso deve ser feito nos dias anteriores ao da avaliação.

No dia que antecede ao da prova, realize apenas atividades que o agrade: ouça música, caminhe, converse com os amigos. Essas ocupações amenizam os níveis de estresse, fator que pode ser o diferencial no momento da avaliação.

No dia “D”:

No dia da realização da prova, alimente-se o suficiente para não sentir fome durante o exame. Evite consumir bebidas alcoólicas e produtos de difícil digestão, que possam causar algum tipo de desconforto ou sonolência.

Use roupas leves e confortáveis, mas leve um agasalho caso o tempo esteja instável. Lembre-se que você ficará sentado durante algumas horas e que o frio ou o calor podem tirar sua concentração.

Compareça ao local com, no mínimo, uma hora de antecedência, carregando com você os documentos necessários para a realização da prova, além de canetas (preta e azul), lápis e borracha.

Leve também uma garrafa de água e utilize o sanitário antes de ingressar na sala. Dessa forma, você evita possíveis saídas durante a prova, economizando tempo. Não se esqueça, também, de desligar o aparelho celular e de levar algo para comer. Dê preferências a alimentos leves e energéticos (chocolates, frutas, barras de cereais) e evite comidas barulhentas (como os salgadinhos).

Na hora do exame, leia atentamente e, se necessário, mais de uma vez as instruções contidas na lousa e no caderno de prova, além de prestar atenção nas informações sugeridas pelo fiscal de sala.

Esteja atento, também, aos enunciados das questões. Alguns podem pedir que assinale a alternativa “correta”, outros, a “incorreta”. Se o enunciado assim exigir, leia-o mais de uma vez.

Comece pelas questões fáceis. Além de não perder tempo com perguntas mais trabalhosas, sua mente ficará mais descansada.

Estabeleça um tempo para resolver as questões de cada matéria e não se esqueça de reservar, no mínimo, 30 minutos para o preenchimento do cartão de respostas, após o término da prova. Esta dica serve para que você tenha tempo hábil para marcar corretamente (e com tranquilidade) as respostas no gabarito, evitando um possível desastre.

Por fim, após o término da prova, evite o contato com candidatos pessimistas e, principalmente, com concorrentes gênios, que afirmam ter gabaritado a avaliação.

[fbcomments]