,

Previsto o Concurso da Anac

2 Comentários
Escolhida a organizadora do Concurso Anac 2015

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou ao site FOLHA DIRIGIDA que o pedido de concurso público, encaminhado para o Ministério do Planejamento, foi de 534 vagas, sendo 31 para técnico administrativo, 138 para técnico em regulação (ambos de nível médio), 83 para analista administrativo e 138 para técnico em regulação de aviação civil (ambos de nível superior). Para o setor de engenharia, a expectativa da remuneração inicial garantida fica entre R$ 10.916,90 e R$11.776,90. Todos os valores já incluem R$ 373,00 de auxílio-alimentação.

O pedido está sendo analisado pelos setores técnicos da pasta e poderá seguir, em breve, para o parecer final da atual titular do Planejamento, a ministra Miriam Belchior, ou ainda do futuro ministro, Nelson Barbosa.

De acordo com a Anac, o concurso tem o intuito de reforçar o quadro de servidores estatutários, que teve seu último concurso para os mesmos cargos em 2012, quando 170 vagas foram distribuídas para o Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo.

Para concorrer ao cargos de técnico administrativo é necessário ter o nível médio. Já para técnico em regulação de aviação civil, exige-se o nível médio ou médio/técnico, dependendo da área de atuação.

Na seleção anterior, apenas uma área (nº4) cobrou formação técnica, já as demais (nº1, nº2 e nº3), apenas o 2º grau, Para a função de analista administrativo, no último concurso, foi exigida formação superior em qualquer área, enquanto para especialista em regulação de aviação civil, foi preciso ter curso superior em Engenharia e licença de piloto, dependendo da área de atuação.

Os interessados devem iniciar logo os estudos para estarem aptos a concorrer aos cobiçados cargos, que proporcionam estabilidade no emprego (contratação pelo regime estatuário).

O último certame, que foi organizado pelo Cespe/UnB, teve taxas de R$ 100,00 para cargos de nível superior e de R$ 50,00 para os de nível médio. As provas foram aplicadas em todas as capitais e constaram de 120 questões de múltipla escolha, além de um exame discursivo abordando Conhecimentos Específicos. Os graduados tiveram ainda análise de títulos e os candidatos à especialista fizeram curso de formação.

Comentários