, ,

Razões para ser um Engenheiro de Petróleo

Comente

A descoberta das novas reservas de pré-sal e sua potencial exploração intensificam a busca por profissionais aptos a atuar no setor de petróleo. Assim, o Brasil firma-se como um destino promissor para empresas fornecedoras da cadeia produtiva de petróleo e gás. Por isso, o cargo de engenheiro de Petróleo é cada vez mais disputado pelo mercado de trabalho, que exige a especialização destes profissionais.

Segundo uma pesquisa de mercado, desenvolvida pela empresa de recrutamento Hays, o Brasil está indo para o topo no setor, e este patamar deve aumentar ou ficar estável nos próximos anos.

A pesquisa também apontou que a média salarial para profissionais da área subiu 27,6% em um ano, girando em torno de R$ 215.450 anuais (R$ 17.950 ao mês). O estudo, realizado entre outubro de 2010 e outubro de 2011, concluiu que Brasil e Austrália estão à frente dos demais 51 países pesquisados, liderando as contratações no setor.

De acordo com a pesquisa, os campos de exploração de pré-sal oferecem, no atual cenário, grandes desafios para os engenheiros, já que as companhias fazem de tudo para atrair os melhores talentos. No entanto, a escassez de mão de obra qualificada continua sendo um grande entrave para o setor. Este problema faz com que profissionais especializados sejam cada vez mais valorizados e disputados pelo mercado de trabalho.

Comentários